Notícias

Em sintonia com os objetivos do programa Gente de Talento, o Instituto Solidare assinou convênio com a Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo para oferecer, inicialmente, 14 bolsas de estudos a alunos carentes que tenham boa média acadêmica e alto índice de frequência nos cursos da instituição.

Participaram da solenidade os diretores da Faculdade, professores Décio Altimari e Ernani Rolim, os diretores dos cursos de Medicina, Fonoaudiologia e Enfermagem e o assessor da presidência Antonio Augusto Brandt de Carvalho. Pelo Instituto Solidare estiveram presentes o diretor Edward Christianini e outros representantes do instituto.

De acordo com Christianini, a opção pelo curso de Ciências Médicas da Santa Casa está ligada aos objetivos do Instituto, que tem a Saúde como um dos seus principais pilares. Criado em 2008 e formado por pessoas oriundas da Lopes Consultoria Imobiliária, o Instituto Solidare tem como ideal oferecer apoio a jovens e crianças em situação de vulnerabilidade social desde a creche até o doutorado.

Atualmente o Solidare atua nas áreas de Educação, Saúde, Cultura, além de proporcionar apoio social a instituições que abrigam crianças e jovens carentes. Além dos alunos da Santa Casa, o programa Gente de Talento beneficia estudantes da Universidade São Judas Tadeu e também crianças do Lar Jesus Maria José.

Segundo o professor Altimari, é tradição na Faculdade de Ciências Médicas a concessão de bolsas de estudos a estudantes com grande potencial mas que, por motivos econômicos, muitas vezes não podem arcar com as mensalidades, embora o valor cobrado seja inferior ao custo real dos cursos. O diretor da Faculdade, Ernani Rolim, lembrou que alunos hoje muito úteis à sociedade completaram seus estudos com o apoio de bolsas. Por sua vez, o diretor do curso de Medicina, Luiz Arnaldo Szutan, ressaltou os critérios de seleção dos alunos, que incluiu análise criteriosa dos currículos e detalhada entrevista pessoal com cada canditado.